Assign modules on offcanvas module position to make them visible in the sidebar.

Dream to live clean?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt.

Devido as suas características, fica evidente que o PVC é a matéria-prima do desenvolvimento sustentável, tanto por sua versatilidade de aplicação, como sua destinação final.

Não amarela e respeita o meio ambiente

Com o intuito de assegurar ao consumidor a qualidade e a diferença de investir nas esquadrias Claris, a empresa criou o Selo PVC Titanium® Não Amarela, que registra o seus esforços em entregar as melhores soluções para os clientes. O dióxido de titânio é um produto químico que é adicionado ao PVC para assegurar a permanência da coloração branca das esquadrias quando expostas aos raios solares. 

 

Uma matéria prima ecologicamente correta

O PVC é um material plástico não 100% originário do petróleo. Sua principal matéria-prima é um recurso inesgotável na natureza: 57% de cloro (derivado do sal marinho) e 43% de eteno (derivado do petróleo).

O PVC é reciclável e auto-extinguível, ou seja, não propaga fogo, é inerte e, portanto, não agride a natureza.

É caracterizado como um material de aplicação de longo ciclo de vida, então seu tempo de vida útil, antes do descarte para o meio ambiente, é de seguramente mais de 20 anos.

O processo de produção é totalmente industrializado, limpo e ecologicamente correto. 

Contribuindo com as metas de redução da emissão de poluentes

Um estudo realizado pelo governo do Japão constatou que se as janelas de alumínio, que representam cerca de 90% do total das janelas daquele país, fossem substituídas por esquadrias de PVC, parte da meta do Japão no Protocolo de Kyoto seria atingida. Isso porque o isolamento térmico proporcionado pelo PVC é três vezes maior que o do alumínio. Dessa forma, os aparelhos de calefação e refrigeração consumiriam menos energia elétrica e conseqüentemente menor quantidade de CO2/resíduos de carbono do efeito estufa seria emitida.

Indicado para diversas áreas

Além do mercado da construção, o PVC, por ser atóxico, leve, resistente, impermeável e não inflamável, é indicado para diversas áreas, do painel do carro à fabricação de bolsas de sangue.

No Brasil a reciclagem do PVC é realizada há décadas e existe uma estrutura industrial organizada para este fim. Além da tradicional reciclagem mecânica, existem disponíveis outras tecnologias como a reciclagem energética e química.

Fonte: Blog Claris